Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pistorius garante que pretendia defender-se quando baleou mortalmente a namorada

Lusa

  • 333

Pretória, 19 fev (Lusa) - O campeão paralímpico Oscar Pistorius, acusado de homicídio premeditado da sua companheira no Dia de São Valentim, disse hoje que apenas pretendia defender-se de hipotéticos assaltantes quando baleou mortalmente Reeva Steenkamp.

"Rejeito em absoluto as alegações (de homicídio premeditado) contra mim feitas. Nada pode estar mais longe da verdade", refere Pistorius numa declaração lida pelo seu advogado de defesa e que pretende convencer o juíz Desmond Nair a conceder-lhe liberdade sob o pagamento de fiança até ao início do julgamento.

Na declaração, o atleta explica que acordou a meio da noite e que se dirigiu à varanda, sem colocar as próteses, quando ouviu ruídos com origem numa casa de banho contígua ao quarto, onde a companheira dormia também na noite de 13 para 14 de fevereiro.