Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pilotos e tripulantes de cabine fora do protesto europeu contra aumento das horas de trabalho - sindicato

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 jan (lusa) -- O sindicato da aviação civil (SNPVAC) não aderiu hoje ao protesto europeu "Action Day", contra o aumento das horas de trabalho dos pilotos e tripulantes de cabine, optando por tratar o tema numa audiência com a tutela.

"Temos uma audiência marcada com o Ministério da Economia para 04 de fevereiro, por causa da privatização da TAP, e preferimos abordar o tema nesse encontro e não aderir à ação europeia", afirmou à Lusa a vice-presidente do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil -- SNPVAC, Rosária Furtado Leite.

A crise tem banalizado as ações de rua em Portugal, na opinião do sindicato, e essa é a razão por que decidiu não aderir ao protesto de hoje nos principais aeroportos da União Europeia (EU, para exigir alterações na proposta comunitária sobre as horas de trabalho e descanso, uma proposta que o SNPVAC considera "muito grave" por pôr em causa a segurança dos passageiros.