Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pescas: Representantes do setor apontam preços médios e certificação como caminhos para valorizar pescado

Lusa

Olhão, 29 mai (Lusa) -- A existência de preços médios e uma aposta na Certificação de Compra em Lota (CCL) foram hoje apontados como caminhos a seguir para valorizar o pescado e evitar a fuga à lota, por representantes do setor das pescas, em Olhão.

Estas soluções foram abordadas num debate promovido pela Docapesca e pelo Grupo de Ação Costeira (GAC) do Sotavento, na cidade algarvia, no âmbito da ação "Conversas em rede", organizada pela empresa que gere as lotas portuguesas nas sete zonas do país que têm GAC.

Participaram no debate, que teve como tema "A valorização do pescado e a fuga à lota", José Apolinário, presidente do Conselho de Administração da Docapesca, o capitão do porto de Olhão, responsáveis do Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana, ambientalistas, técnicos e outros responsáveis do setor das pescas local.