Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pescadores açorianos pedem "pagamento imediato" do Fundopesca ao Governo Regional

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 16 nov (Lusa) - O presidente da Cooperativa Porto de Abrigo, Liberato Fernandes, disse hoje à agência Lusa que "existem situações de fome" entre trabalhadores da pesca nos Açores e que vai pedir ao Governo Regional "o imediato pagamento do Fundopesca".

Este mecanismo regional destina-se a compensar os pescadores pelos dias em que não podem sair para o mar devido ao mau tempo.

"A Porto de Abrigo propõe ao novo governo que acione de imediato o Fundopesca atendendo à efetiva quebra de rendimentos ocorrida desde a segunda quinzena do mês de agosto e que faz com que as comunidades piscatórias se encontrem em situação de verdadeira calamidade", disse Liberato Fernandes, depois de uma assembleia-geral da cooperativa, em Ponta Delgada.