Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PER: Plano representou "salto social enorme" mas "ainda há barracas" -- presidente IHRU

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 mai (Lusa) -- O presidente do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), Vítor Reis, considera que o Programa Especial de Realojamento (PER), que agora cumpre 20 anos, representou um "salto enorme" em termos sociais, mas admite que "ainda há barracas".

Em declarações à agência Lusa a propósito dos 20 anos do PER, criado através de um decreto-lei de 07 de maio de 1993, Vítor Reis defendeu ainda que não há, hoje, necessidade de um novo programa de realojamento -- naquele ano, explicou, o contexto era "radicalmente" distinto. No presente, "as necessidades não se colocam nas mesmas condições nem com a mesma emergência com que se colocavam".

Atualmente, considerou, "o que faz sentido é reabilitar". Ao contrário, há 20 anos o PER permitiu recensear mais de 48 mil famílias em barracas nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto para realojar, acabando por se construir quase 35 mil fogos, num esforço financeiro de cerca de três mil milhões de euros.