Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pedro Abrunhosa diz que "futuro da Casa da Música está comprometidíssimo"

Lusa

  • 333

Redação, 19 dez (Lusa) - O músico Pedro Abrunhosa considerou hoje "absolutamente compreensível" a demissão da administração da Casa da Música, instituição cujo futuro "está comprometidíssimo" e que teme ver privatizada, afirmando que a "única esperança" que tem no Governo é que "se demita".

Todos os membros do conselho de administração da Casa da Música (CdM), no Porto, renunciaram na terça-feira aos respetivos mandatos, devido aos cortes anunciados pelo Governo para 2013, nas transferências de verbas para a Fundação.

Contactado pela agência Lusa, Pedro Abrunhosa considerou que "a demissão é absolutamente compreensível porque já é uma questão de dignidade", esperando que "a programação da Casa da Música não vá ficar afetada e que se encontre uma solução rápida".