Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pedidos para acesso a ficheiros clínicos duplicam em quatro anos no hospital São João

Lusa

  • 333

Porto, 16 nov (Lusa) - O responsável que filtra o acesso aos ficheiros clínicos dos pacientes no hospital de São João, no Porto, regista atualmente o dobro dos pedidos que tinha à data da sua nomeação para o cargo, em 2008.

"Em quatro anos, os pedidos passaram de 4.000 para 8.000", explicou Rui de Vasconcellos Guimarães, o administrador do hospital de São João que tem a responsabilidade específica de facultar ou não a informação clínica de doentes.

De uma lei de 2007, que transpôs uma diretiva europeia para o ordenamento jurídico português, resulta que o acesso aos registos clínicos deixa de carecer de intermediação médica e que cada instituição hospitalar terá que ter um responsável por essa área.