Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pedido do provedor de Justiça é "um passo significativo" na luta contra prova para professores - FNE

Lusa

  • 333

Porto, 30 nov (Lusa) - O secretário-geral da Federação Nacional de Educação (FNE) considerou hoje um "passo significativo" o pedido do provedor de Justiça para dispensa da prova de avaliação dos professores mais experientes, mas apontou como "objetivo essencial" a sua total eliminação.

"É um passo significativo que não podemos deixar de registar como positivo, mas é evidente que, para nós, o objetivo essencial seria que a prova fosse eliminada do estatuto da carreira docente", afirmou João Dias da Silva em declarações aos jornalistas à margem de uma concentração promovida pela FNE para contestar a prova de avaliação de conhecimentos e capacidades, que juntou no Porto várias centenas de professores contratados.

O secretário-geral da FNE comentava o pedido feito na sexta-feira pelo provedor de Justiça, José Faria Costa, ao Ministério da Educação, de "dispensa da prova de avaliação" para professores com vários anos de experiência de lecionação, depois de ter recebido "cerca de 4.000 queixas".