Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PCP/Congresso: "Ninguém peça ou exija ao PCP que deixe de ser o que é" -- Jerónimo de Sousa

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 dez (Lusa) -- O secretário-geral do PCP afirmou hoje que os comunistas não recusam o "diálogo" com outras forças mas disse que o partido não abdicar dos seus valores e que o PS se mantém comprometido com "a política de direita".

"Nós dizemos que não renunciamos à convergência, ao diálogo com forças e setores democráticas em tudo o que for bom para os trabalhadores, para o povo e para o país. Mas ninguém peça ou exija ao PCP que deixe de ser o que é, que deixe de falar verdade, que deixe de lutar por outra política, que rompa com estafada alternância",afirmou Jerónimo de Sousa.

O secretário-geral comunista falava no encerramento do XIX Congresso do PCP, em Almada, de onde sai com novo mandato para quatro anos, dado pelo Comité Central.