Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PCP: Portugueses não estão à beira do abismo porque "já foram empurrados para o fundo" - Jerónimo Sousa

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jun (Lusa) - O secretário-geral do PCP fez hoje um balanço negro do primeiro ano de governação PSD/CDS-PP, sublinhando que os portugueses já não estão à beira do abismo, porque muitos "já foram empurrados para o fundo".

"Disse ontem [segunda-feira] Passos Coelho que os portugueses já não estão à beira do abismo. Pois não. Muitos já foram empurrados para o fundo, despedidos, desempregados, sem casa, falidos ou na insolvência, empobrecidos, com menos salários, sem proteção na doença ou na velhice, este é o balanço que se faz de um ano desde que decorreram as eleições legislativas", afirmou o líder comunista durante um encontro com novos militantes do PCP, no centro Vitória, em Lisboa.

Na segunda-feira, durante um jantar promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã, o primeiro-ministro defendeu que, ao fim de um ano de Governo, "os portugueses já não estão perante o abismo" e que está em curso uma mudança económica que é "a mais importante dos últimos 50 anos".