Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PCP diz que é preciso associar evocação do 25 de abril à ação

Lusa

  • 333

Funchal, 20 abr (Lusa) - O membro do comité Central do PCP Jorge Cordeiro afirmou hoje que a comemoração do 25 de abril deve "associar a evocação da data à ação" na defesa dos direitos e das conquistas da revolução.

Jorge Cordeiro falava no Funchal após uma reunião da Direção da Organização Regional do PCP/Madeira (DORAM), o órgão máximo entre congressos, que abordou e analisou aspetos da situação política, económica e social nacional e regional, sendo a festa-comício que os comunistas todos os anos realizam na rua da sede do partido no Funchal um dos pontos da ordem de trabalhos.

Para este dirigente do PCP, o 25 de abril "é sempre de comemorar e assinalar, pelo que representou do ponto de vista de progresso", considerando ser imprescindível "sublinhar o caminho de retrocesso que está a ser imposto, associar a evocação sobretudo à ação, para defender os valores de abril, recuperar direitos e impedir que aquilo que se conquistou seja destruído".