Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PCP defende período de transição no novo regime de faturação para as empresas

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 fev (Lusa) - O PCP defendeu hoje a criação de um período de transição para as empresas aplicarem as novas regras de faturação, alegando que este regime impõe exigências que são impossíveis de cumprir e estão a criar confusão no pequeno comércio.

"A proposta que apresentamos aponta para um período de transição correspondente a este ano de 2013, durante o qual devem ser clarificadas as regras ao nível da regulamentação e das exigências que são colocadas", afirmou o deputado comunista Bruno Dias.

O deputado do PCP apresentou aos jornalistas no Parlamento um projeto de resolução para "resolver a situação altamente complicada com que se estão a confrontar as micro, pequenas e médias empresas relativamente a este regime que o Governo impôs e que é claramente desproporcionado".