Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PCP critica documentos da 'troika' em inglês e diz que só falta virem em alemão, "a língua do patrão"

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 nov (Lusa) - O deputado comunista Miguel Tiago criticou hoje a forma como são distribuídos os documentos da 'troika' e destes estarem em inglês, afirmando que "só faltam virem em alemão, que é para virem na língua do patrão do Governo".

Antes de iniciar a intervenção propriamente, o deputado voltou a contestar a forma como são distribuídos os documentos da 'troika' que servem de apoio às reuniões com o Governo. São documentos "onde o Estado português se compromete com um conjunto de medidas e continuam a vir em inglês. Só falta virem em alemão, que é para virem no língua do patrão do Governo", afirmou.

O deputado, que falava durante a audição de Vítor Gaspar na comissão parlamentar que acompanha o programa de ajustamento português, instou ainda o Ministério das Finanças a traduzir para português os documentos das várias avaliações, lembrando que a lingua de trabalho da Assembleia da República é o português.