Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PCP acusa maioria e PS de serem o "arco da negociação" com a banca

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 abr (Lusa) - O deputado do PCP Bruno Dias acusou hoje os partidos da maioria PSD/CDS-PP e o PS de constituírem um "arco da negociação" com a banca, em vez de serem o denominado "arco da governação".

O parlamentar comunista falava numa declaração política, na Assembleia da República, na qual criticou os diversos contratos derivados e taxas de juro em várias empresas públicas de transportes.

"A maioria está solidária com os administradores e os gestores, que foram reconduzidos e aumentados. Isto não é um arco da governação é um arco da negociação com a banca e o capital financeiro. É o bolso de todo o povo que está a ser roubado", afirmou, após notar que o PS não fez qualquer pedido de esclarecimento.