Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Paulo Bento admite que faltaram "coisas essenciais" na fase de qualificação

Lusa

  • 333

Nyon, Suíça, 28 out (Lusa) -- O selecionador português de futebol, Paulo Bento, admitiu que faltaram "algumas coisas essenciais" na campanha de qualificação para o Mundial2014, mas mantém uma "convicção enorme" no apuramento para a fase final, nos "play-offs" com a Suécia.

Em entrevista publicada no site oficial da FIFA, Paulo Bento reconheceu que a equipa lusa "não foi suficientemente competente" para obter a qualificação direta para a fase final e lamentou que Portugal "ainda não tenha conseguido superar o problema" de defrontar seleções teoricamente inferiores.

"[Faltaram] Algumas coisas essenciais. Jogar melhor em algumas partidas, principalmente, nas duas contra Israel e no primeiro tempo contra a Irlanda do Norte em casa. Nesses casos, não mostrámos o nível de jogo que gostaríamos. E até quando jogámos bem faltou-nos algo fundamental, que foi a eficácia", lamentou.