Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Patrões e sindicatos contestam redução das indemnizações para 12 dias

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 fev (Lusa) - As confederações patronais e sindicais contestaram, nos pareceres enviados hoje ao Parlamento, a redução das indemnizações por despedimento para os 12 dias, com os patrões a defenderem menos dias e os sindicatos a pedirem mais dias de contabilização.

O prazo de discussão pública da proposta legislativa do Governo, que reduz as compensações por cessação do contrato de trabalho dos atuais 20 dias para os 12 dias de remuneração por cada ano de antiguidade, terminou hoje e foram recebidas 28 pareceres ou propostas de alteração que estão publicados no site da Assembleia da República.

A Confederação Empresarial de Portugal - CIP, a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), a Confederação do Turismo Português (CTP), a CGTP e a UGT foram algumas das entidades que enviaram os seus pareceres para a comissão parlamentar de trabalho.