Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Patriarca defende fim das divergências pessoais para acabar com crise política

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 jul (Lusa) - O novo patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, defendeu hoje que é preciso por um ponto final nas divergências pessoais para acabar com a crise política em Portugal.

"É preciso que nenhum de nós esqueça que acima de tudo está o bem comum e que aquilo que poderiam ser divergências particulares - que teriam o seu campo e o seu direito - têm que ser ultrapassadas porque é o que interessa agora ao país", sustentou à saída da Sé Patriarcal de Lisboa.

Manuel Clemente afirmou que "este Governo tem legitimidade democrática" e disse acreditar numa futura estabilidade governativa.