Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Passos diz esperar que "período de emergência" termine até junho de 2014

Lusa

  • 333

Lisboa, 09 out (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje esperar que o atual "período de emergência" termine até junho de 2014, depois de considerar que a "fatura mais pesada" da crise está a ser paga pela classe média.

Pedro Passos Coelho falava na estreia do programa da RTP "O País Pergunta", um formato em que 20 cidadãos foram selecionados para lhe colocar perguntas.

Em resposta a uma professora contratada desempregada que o confrontou com as dificuldades em pagar estudos superiores de dois filhos com 1100 euros, questionando se ainda existia a classe média, o primeiro-ministro observou: "É verdade, é verdade. Tem toda a razão".