Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Passos Coelho garante que Governo "não exigirá mais que o necessário" aos portugueses

Lusa

  • 333

Porto, 16 fev (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, garantiu na sexta-feira à noite que o Governo "não exigirá mais que o necessário" aos portugueses para o cumprimento dos objetivos internacionais, nem deixará que "a corda esticada possa partir".

"Estamos naquele momento em que os portugueses devem estar confiantes de que o Governo não exigirá mais do que aquilo que é necessário para que se cumpram os objetivos, sem que a corda que está esticada possa vir a partir. Temos essa preocupação. Não serviria de nada para futuro se essa corda fosse partida", afirmou hoje o primeiro-ministro durante um debate do PSD/Porto.

Passos Coelho afirmou porém que "se dificuldades novas ocorrerem", o país precisará da "cumplicidade e o apoio das instituições" que podem ajudar "ao nível europeu, estejam elas no Banco Central Europeu, na Comissão Europeia ou nos outros países europeus ou no FMI".