Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Passos Coelho escusa-se a comentar interesse da Newshold na RTP e diz ser necessário conhecer condições

Lusa

  • 333

Bruxelas, 14 dez (Lusa) -- O primeiro-ministro escusou-se hoje a comentar o anunciado interesse do grupo económico Newshold na eventual privatização da RTP, afirmando ser "completamente prematuro" abordar a questão até serem conhecidas as condições que vierem a ser adotadas em Conselho de Ministros.

"O Governo ficou até ao final deste ano de apresentar os termos em que proporá ao próprio Conselho de Ministros a resolução da questão da RTP. Na altura em que essa matéria for esclarecida, então saberemos o que é que os grupos privados, sejam eles de origem portuguesa ou com outras origens, poderão ter como expetativa. Até lá, eu não vou fazer nenhum comentário", disse Pedro Passos Coelho, em Bruxelas.

O primeiro-ministro, que falava no final de uma cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia, disse ter tido conhecimento da "manifestação de interesse" da Newshold pela comunicação social, indicou que "fica registada", mas afirmou nada ter "a acrescentar sobre ela", pois só quando se souber "o que é que o Conselho de Ministros deliberará sobre a RTP" será possível dizer "o que é que faz sentido ou não considerar"