Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Passos Coelho e Durão Barroso dizem ser prematuro falar de programa cautelar

Lusa

  • 333

Bruxelas, 06 nov (Lusa) -- O primeiro-ministro e o presidente da Comissão Europeia consideraram hoje "prematuro" falar da eventualidade de um programa cautelar para apoiar Portugal no regresso aos mercados, apontando ambos que ainda nada foi decidido sequer para a Irlanda.

Questionados sobre a questão, numa conferência de imprensa conjunta após um encontro de trabalho, em Bruxelas, entre uma delegação do Governo português e o executivo comunitário, Pedro Passos Coelho e Durão Barroso negaram novamente que haja quaisquer conversações em curso no sentido de Portugal vir a beneficiar de um programa cautelar e consideraram cedo de mais falar desse cenário, que apenas agora está a ser discutido com Dublin, a um mês do final do programa de assistência irlandês.

"Portugal pode concluir com êxito este programa de ajustamento, mas ainda há trabalho a fazer, por isso seria neste momento prematuro estar a especular sobre qualquer programa cautelar", disse José Manuel Durão Barroso, salientando que, mesmo no caso da Irlanda, que vai sair do seu programa de assistência já no próximo mês, apenas agora começaram contactos.