Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Passos Coelho defende que tributação das pensões elevadas não viola a Constituição

Lusa

  • 333

Penela, 16 dez (Lusa) -- O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, defendeu hoje a necessidade de os reformados com pensões mais elevadas darem ao Estado um "contributo maior", o que na sua opinião não viola a Constituição da República.

"Queixam-se de lhes estarmos a pedir um esforço muito grande", disse Passos Coelho em Penela, considerando que esses reformados e pensionistas "descontaram para ter reformas, mas não para terem aquelas reformas".

Tais pensões elevadas, segundo o primeiro-ministro, "não correspondem ao valor dos descontos que essas pessoas fizeram" ao longo da sua carreira contributiva.