Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Passos Coelho admite aproveitar reforma do Estado para corrigir eventuais desvios em 2013

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 jan (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje que o Governo poderá adotar medidas adicionais em 2013 para corrigir eventuais desvios orçamentais e que o poderá fazer no âmbito da revisão das políticas públicas em curso.

Pedro Passos Coelho reiterou que o "plano B" do Governo para corrigir eventuais desvios à execução orçamental é "o compromisso" que o ministro das Finanças assume em nome do executivo e que "renova a cada três meses" de tomar todas as medidas que forem necessárias para corrigir desvios que possam ocorrer".

O primeiro-ministro, que respondia a uma pergunta do deputado do PCP Jerónimo de Sousa, no debate quinzenal no Parlamento, acrescentou que, caso seja necessário, o Governo identificará medidas de correção no âmbito da "revisão das políticas públicas".