Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Partidos que apoiam transição criticam atuação do parlamento da Guiné-Bissau

Lusa

  • 333

Bissau, 10 dez (Lusa) - Os partidos que apoiam o Governo saído do golpe de Estado na Guiné-Bissau, signatários do acordo de transição política, criticaram hoje duramente a atuação do parlamento que afirmam estar a "obstaculizar o período de transição com manobras".

A posição dos partidos que apoiam as autoridades de transição instituídas depois do golpe de Estado de 12 de abril foi manifestada hoje em conferência de imprensa por Artur Sanhá, líder do chamado Fórum dos Partidos Políticos subscritores do Pacto e Acordo de Transição.

Perante centenas de apoiantes e numa das salas de reuniões do Palácio do Governo em Bissau, Artur Sanhá acusou o parlamento de "andar a reboque dos joguinhos" do PAIGC (Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde) que estava no poder até ao golpe de Estado de 12 de abril.