Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Partidos do governo criticam presença de líder neocomunista alemão na manifestação contra Merkel em Atenas

Lusa

  • 333

Berlim, 10 out (Lusa) - Os partidos da coligação no poder na Alemanha criticaram hoje a participação do líder dos neocomunistas do Die Linke, Bernd Riexinger, na manifestação contra a presença da chanceler Angela Merkel na Grécia, na terça-feira, em Atenas.

"A participação do presidente de um dos partidos representados no nosso parlamento nos protestos em Atenas foi uma atitude sem precedentes e indigna, contra os interesses do seu próprio país", disse a líder parlamentar dos democratas-cristão da Baviera (CSU), Gerda Hasselfeldt, ao jornal Passauer Neue Presse.

Patrick Doering, secretário-geral dos liberais do FDP, outro dos partidos da coligação de centro-direita, acusou também Riexinger de "ter quebrado premeditadamente regras básicas da política externa e ter aprovado a violência e a distorção da imagem da Alemanha", ao participar na manifestação de protesto contra a primeira visita oficial de Merkel à Grécia em cinco anos.