Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Participação portuguesa na construção do estádio de Porto Alegre abre portas as empresas nacionais

Lusa

  • 333

Macau, China, 07 dez (Lusa) -- A participaçao portuguesa no desenho e construção do novo estádio do Grémio de Porto Alegre "abre oportunidades" às empresas portuguesas, apesar do protecionismo brasileiro, disse a agência Lusa o arquiteto António Monteiro, da portuguesa Plarq.

"Apesar de no Brasil existir um grande protecionismo empresarial, também é um país que está aberto às boas práticas, às novas tecnologias, às empresas com novas técnicas", disse António Monteiro, responsável pela equipa de arquitetos que desenhou o novo estádio do Grémio de Porto Alegre, ao salientar que "sempre que possível vai utilizar o 'know how' português" nos diversos projetos que possui em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Na construção do estádio de Porto Alegre, explicou, esteve também envolvida a portuguesa Martifer, especialista em estruturas metálicas, tendo assumido a construção da cobertura do estádio.