Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Parque Industrial da Autoeuropa pode mandar 500 trabalhadores para desemprego

Lusa

  • 333

Setúbal, 09 abr (Lusa) - As empresas do Parque Industrial da Autoeuropa poderão eliminar 500 postos de trabalho até ao final do ano, se não houver uma melhoria no mercado automóvel, disse hoje à Lusa Daniel Bernardino, representante da Coordenadora das Comissões de Trabalhadores.

"Já saíram 11 trabalhadores da Schnellecke e 15, temporários, da SAS", referiu, como exemplo, Daniel Bernardino, assegurando que há cerca de 200 trabalhadores do parque industrial que perderam o posto de trabalho desde o início do ano.

"Há muitos trabalhadores temporários que estão ser dispensados por diversas empresas e muitos contratados a prazo até maio, aos quais não estão a ser renovados os contratos", frisou, acrescentando que este número poderá aumentar para mais de 500 no final do ano.