Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Parlamento moçambicano aprova Orçamento e Plano Económico e Social para 2013

Lusa

  • 333

Maputo, 14 dez (Lusa) - O Parlamento moçambicano aprovou hoje o Orçamento do Estado e o Plano Económico e Social (PES) para 2013, com votos favoráveis da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo, no poder), e a oposição a votar contra.

Os deputados da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) e do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), da oposição, contrariaram os dois documentos por considerarem que as ações e os valores aí inscritos dão prioridade a áreas "improdutivas", ao invés das que contribuem para a efetiva redução da pobreza.

A Renamo e o MDM justificaram a sua decisão de votar contra o orçamento e o PES com o facto de alegadamente o Governo moçambicano despender "enormes recursos" no funcionamento do que consideram ser "agências repressivas", designadamente o Serviço de Informação e Segurança do Estado, Guarda Presidencial e o Ministério do Interior, e não com o setor da agricultura, tida como a principal prioridade das autoridades moçambicanas.