Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Parlamento Europeu quer taxa mais reduzida para obrigações soberanas até 2017

Lusa

  • 333

Estrasburgo, França, 03 jul (Lusa) -- O Parlamento Europeu apoiou hoje a criação do imposto sobre as transações financeiras a aplicar em 11 países, entre os quais Portugal, mas defendeu uma taxa mais reduzida para as transações nos mercados de obrigações soberanas até 2017.

Na sessão plenária, a decorrer em Estrasburgo, França, os eurodeputados aprovaram por 522 votos a favor, 141 contra e 40 abstenções a proposta que define os elementos do imposto sobre as transações financeiras a aplicar em Portugal, França, Alemanha, Bélgica, Áustria, Eslovénia, Grécia, Eslováquia, Itália, Espanha e Estónia.

O Parlamento Europeu -- que não tem poder de decisão em matéria fiscal, mas é consultado --, defende a manutenção das taxas propostas pela Comissão, isto é, 0,1% para ações e obrigações e 0,01% para produtos derivados.