Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Parlamento Europeu contraria cortes no emprego e inovação no orçamento da UE para 2014

Lusa

  • 333

Estrasburgo, França, 23 out (Lusa) - O Parlamento Europeu votou hoje o orçamento da União Europeia para 2014, pronunciando-se contra os cortes em áreas como o emprego e a inovação feitos pelo Conselho, com o qual iniciará agora conversações com vista a um acordo final.

Os eurodeputados aprovaram hoje, em Estrasburgo, França, uma proposta de orçamento de 142,6 mil milhões de euros em autorizações e de 136,1 mil milhões de euros em pagamentos para 2014, acima dos montantes propostos pelo Conselho (Estados-membros), respetivamente de 141,8 e 134,8 mil milhões de euros.

Seguindo as recomendações da comissão parlamentar dos Orçamentos, os eurodeputados aprovaram - com 480 votos a favor, 119 contra e 86 abstenções - uma proposta que contraria os cortes feitos pelo Conselho em áreas que a assembleia considera vitais para a recuperação económica, como a agenda digital, a inovação, o empreendedorismo e o emprego jovem, revertendo o corte de 629 milhões de euros e adicionando 34 milhões de euros.