Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Paris/Atentado: Terrorismo pretende destruir cultura da liberdade - primeiro-ministro israelita

Lusa

Jerusalém, 07 jan (Lusa) -- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que o terrorismo pretende "destruir a cultura da liberdade", na sequência do ataque perpetrado hoje contra o semanário satírico Charlie Hebdo, em Paris, que fez 12 mortos.

"O objetivo do terrorismo não é chegar a um acordo político (...), mas destruir a cultura da liberdade, que é a base das sociedades modernas", disse Netanyahu numa declaração feita a um canal de televisão israelita, e citado pela agência de informação espanhola EFE.

O primeiro-ministro israelita, que é candidato à reeleição nas eleições do próximo dia 17 de março, exortou à "luta contra o terrorismo, física e moralmente".