Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Parceria público-privada Barcelos Futuro no tribunal arbitral

Lusa

  • 333

Barcelos, 20 dez (Lusa) - Os acionistas privados querem ser indemnizados dos prejuízos sofridos com a decisão da Câmara de Barcelos de suspender a parceria público-privada (PPP) Barcelos Futuro e já recorreram ao tribunal arbitral, disse hoje à Lusa fonte do Município.

Aquela PPP foi aprovada pelo anterior executivo de Barcelos (PSD) e suspensa pelo atual (PS), face aos "inadmissíveis e incomportáveis" encargos financeiros para o Município.

Segundo o presidente da Câmara, Miguel Costa Gomes, aquela PPP implicava, inicialmente, o pagamento pelo município de uma renda de oito milhões de euros, "um valor que o orçamento municipal não suporta".