Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Parceiros sociais estão descontentes com falta de postura negocial do Governo -- UGT

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 mai (Lusa) -- Os parceiros sociais sentem-se à margem do processo de definição de políticas que permitam a retoma económica, criticando a falta de postura negocial do Governo, salientou hoje o secretário-geral da UGT, Carlos Silva.

"Há um grande desagrado de todas as partes, de todos os parceiros, e uma grande preocupação em relação aos caminhos que o Governo pretende implementar para uma estratégia de crescimento e emprego", afirmou aos jornalistas Carlos Silva, no final de uma reunião com o presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, em Lisboa.

"A CIP sabe que pode contar com o apoio da UGT no seguinte: é necessário que a Concertação Social seja realmente um fórum em que procuremos soluções com o Governo. E não ser apenas um 'pró-forma' de auditar o Governo e nada se contribuir para a procura de soluções para o país", reforçou.