Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Papa: Teólogo Hans Kung, crítico de Bento XVI, espera que papa não influencie sucessão

Lusa

  • 333

Berlim, 11 fev (Lusa) - O teólogo Hans Kung, um dos principais críticos de Bento XVI, considerou hoje "compreensível" a renúncia do papa, esperando que não tenha influência no processo de sucessão.

"Durante o seu tempo no cargo, [Bento XVI] ordenou tantos cardeais conservadores que dificilmente entre eles poderá ser encontrada uma única pessoa que possa liderar a Igreja na saída da sua multifacetada crise", disse hoje Kung.

Em declarações ao jornal britânico The Guardian, o padre e teólogo de 84 anos, que trabalhou com Bento XVI no sul da Alemanha nos anos 1960, afirmou que a renúncia é "compreensível por muitas razões".