Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Papa: Fátima, Lisboa e Porto na rota do pontificado do "guardião da fé"

Lusa

  • 333

Redação, 11 fev (Lusa) -- O pontificado de Bento XVI fica marcado pela visita a Portugal em 2010, e em cuja viagem de Roma para Lisboa assumiu perante os jornalistas "os pecados internos da igreja" no caso dos abusos sexuais cometidos por religiosos católicos.

Numa ocasião em que os escândalos de pedofilia no seio da Igreja Católica faziam manchetes em diversos países, como a Bélgica, a Irlanda ou os Estados Unidos da América, Bento XVI, ainda no avião papal que o trouxe a Lisboa, no dia 10 de maio, disse que "a maior perseguição à Igreja" não vem de "inimigos de fora, mas nasce do pecado da Igreja".

Esta declaração fez aumentar o nível da expectativa em relação à visita de quatro dias que levou o papa ao contacto com peregrinos em Lisboa, Fátima e Porto. Os encontros com os agentes da cultura, em Lisboa, ou os católicos empenhados na ação social, em Fátima, constituíram momentos altos da passagem de Ratzinger por Portugal em 2010.