Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Papa denuncia culto do dinheiro e ditadura da economia

Lusa

  • 333

Cidade do Vaticano, 16 mai (Lusa) - O papa Francisco denunciou hoje o "culto do dinheiro" e "a ditadura de uma economia sem rosto, nem objetivo verdadeiramente humano", lamentando que ética e solidariedade sejam conceitos "que incomodam".

Perante os novos embaixadores do Quirguistão, Antigua e Barbuda, Luxemburgo e Botswana, o papa congratulou-se com as "conquistas positivas" da humanidade "nos domínios da saúde, educação e comunicação".

Francisco considerou que uma boa parte da população mundial vive em condições de "precariedade quotidiana" e evocou "o medo e o desespero que se apoderam dos corações de muitas pessoas, mesmo nos países ricos".