Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Países periféricos acreditam na UE apesar da crise em Chipre

Lusa

  • 333

Saariselka, 23 mar (lusa) -- Os países periféricos ainda acreditam na Europa e no euro, apesar da crise que Chipre atravessa, constataram hoje líderes europeus, reunidos em Saariselka, na Lapónia finlandesa, para uma mini-cimeira promovida pelo Governo finlandês.

"Nós não vamos abandonar os planos de entrar para a zona euro a 01 de janeiro de 2014", observou o primeiro-ministro letão Valdis Dombrovskis, aproveitando a oportunidade para relativizar a crise do euro, em declarações à agência noticiosa Reuters.

Segundo Dombrovskis, as crises, na última década, atingiram primeiro a Alemanha, depois a Europa de leste e agora a Europa do sul.