Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pai da jovem indiana vítima de violação coletiva exorta à alteração da lei

Lusa

  • 333

Nova Deli, 29 jan (Lusa) - O pai da jovem indiana vítima de violação coletiva num autocarro em Nova Deli exortou as autoridades a alterarem a lei para que um dos suspeitos, um menor, seja julgado como adulto, informou hoje a imprensa local.

A justiça decidiu na segunda-feira que um dos seis acusados deverá comparecer num tribunal para menores, onde enfrenta uma pena máxima de três anos num centro para menores infratores. Já os restantes cinco acusados, com idades entre os 19 e os 35 anos, incorrem na pena capital.

"Venho perguntar aos legisladores se uma exceção não poderá ser feita neste caso", disse o pai da vítima, que não pode ser identificado por razões jurídicas, citado pelo quotidiano The Hindu.