Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ouro: Mina no Alentejo pode render mais de 11 milhões de euros ao Estado mas contas são "prematuras"

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 jul (Lusa) -- A construção de uma mina de ouro na concessão da empresa canadiana Colt Resources no Alentejo pode render ao Estado português mais de 11 milhões de euros, mas ainda é muito "prematuro" fazer contas.

"Sem um estudo de viabilidade, não posso confirmar" quaisquer números, disse à Lusa Declan Costelloe, diretor de operações da Colt. "Tudo depende de abrirmos ou não a mina. Obviamente que é isso que queremos."

Segundo uma estimativa da empresa independente SRK Consulting, o teor médio de ouro é de 1,57 gramas por tonelada em dois depósitos da concessão da Boa Fé (concelho de Évora), o que implica a existência de 214 mil onças (seis toneladas) de ouro.