Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OUA/50 Anos: África deve usar património para construir futuro mais promissor - PR caboverdiano

Lusa

  • 333

Cidade da Praia, 26 mai (Lusa) - O presidente de Cabo Verde considerou hoje que o "valioso património" acumulado em África nos últimos 50 anos deve ser "investido" na construção de um "futuro mais promissor".

Numa mensagem alusiva ao Dia da África e da comemoração dos 50 anos da fundação da Organização da Unidade Africana (OUA), hoje União Africana (UA), emitida na Rádio de Cabo Verde (RCV), Jorge Carlos Fonseca sublinhou que, não obstante os progressos alcançados, o continente tem pela frente "inúmeros e complexos desafios, bem como constrangimentos de vária ordem".

Esses constrangimentos, explicou, são decorrentes sobretudo da "multiplicidade das assimetrias", do "atraso económico" e da "instabilidade política", cuja superação será possível não apenas com o reconhecimento da sua existência, "de modo descomplexado", mas também com a adoção das medidas adequadas e necessárias.