Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Organizações não-governamentais angolanas apontam défice de 35,7 milhões de euros no OGE/2013

Lusa

  • 333

Luanda, 15 jan (Lusa) - As contas públicas angolanas deverão registar este ano um défice de 35,7 milhões de euros, segundo um estudo enviado à agência Lusa elaborado por duas organizações não-governamentais angolanas.

Será a primeira vez desde 2009 que as contas públicas angolanas registarão um saldo negativo, segundo o estudo correalizado pela Ação para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA) e o Observatório Político-Social de Angola (OPSA).

Segundo o documento de 17 páginas, intitulado "Posição do OPSA e da ADRA sobre o OGE2013", o défice apresentado pelo Orçamento Geral do Estado, aprovado hoje na generalidade pela maioria parlamentar que apoia o Governo de José Eduardo dos Santos, equivale a 3,4 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) e resulta da diferença entre as receitas correntes, 38,2% do PIB, e as despesas, 41,6% do PIB.