Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Organizações francesas pedem suspensão das autorizações de milho geneticamente modificado

Lusa

  • 333

Paris, 03 out (Lusa) - Cerca de 130 organizações, como o Fundo Mundial para a Natureza, Greenpeace e Attac, apelaram hoje às autoridades francesas para suspenderem as autorizações de importação e consumo milho transgénico, cuja inocuidade foi posta em causa num estudo.

Num apelo comum, enviado ao primeiro-ministro e aos ministros da Investigação, Saúde, Agricultura e Desenvolvimento franceses, estas organizações manifestam-se "preocupadas e pedem a suspensão provisória das autorizações de milho 'NK603' e do herbicida 'Roundup'".

A importação e consumo do milho "NK603", um organismo geneticamente modificado (OGM), da empresa Monsanto está autorizado na Europa.