Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Organização de direitos dos animais contra tortura de coelhos angorá na China

Lusa

  • 333

Hong Kong, 20 nov (Lusa) - A organização de defesa dos direitos dos animais PETA apelou hoje ao boicote dos produtos feitos com lã angorá, acusando os fabricantes chineses de arrancar o pelo aos coelhos vivos.

Num vídeo divulgado pela PETA, vêem-se várias explorações de coelhos angorá e animais presos a bancadas de madeira em salas repletas de jaulas, com os operários a arrancarem-lhes o pelo à mão enquanto os coelhos guincham em agonia.

Sem pelo na maior parte do corpo e com a pele com feridas extensas, os animais são novamente atirados para as jaulas, tentando lamber as feridas. Quando o pelo cresce novamente, são sujeitos à mesma tortura.