Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ordem quer saber se serão demitidas administrações que autorizaram médicos inspecionados

Lusa

  • 333

Lisboa, 29 abr (Lusa) -- A Ordem dos Médicos pediu hoje ao ministro da Saúde que diga se pretende demitir e penalizar os conselhos de administração que terão autorizado os pagamentos aos clínicos que receberam indevidamente incentivos financeiros, detetados na sequência de uma investigação.

Fonte do gabinete do ministro da Saúde tinha revelado à agência Lusa que vários médicos que receberam indevidamente incentivos financeiros estão a ser alvo de processos disciplinares e deverão devolver os montantes que, segundo uma investigação da Inspeção Geral das Atividades em Saúde (IGAS), ascendem a 1,3 milhões de euros.

Em comunicado, a Ordem dos Médicos diz ter solicitado ao ministro da Saúde que divulgue "todo o relatório da IGAS", considerando que não é legítimo nem leal "libertar cirurgicamente apenas algumas partes" do documento.