Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ordem diz que 2.500 enfermeiros estão a emigrar por ano e admite agravamento

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 18 nov (Lusa) - O bastonário da Ordem dos Enfermeiros (OE) estimou hoje em perto de 2.500 o número daqueles profissionais que está a emigrar anualmente, cenário que, segundo Germano Couto, deverá "agravar-se" em 2014, apesar do "défice" nacional nos cuidados primários.

"Pelas declarações da Diretiva Europeia [documento que assegura a livre circulação e o reconhecimento mútuo destes profissionais] que requisitam à Ordem, estamos a ter uma emigração de 2.000 a 2.500 enfermeiros por ano", disse hoje o bastonário.

Numa visita oficial a unidades públicas de saúde do distrito de Viana do Castelo, Germano Couto recordou que estão atualmente inscritos na OE cerca de 65.000 profissionais. Destes, 35.000 trabalham no setor público, enquanto os restantes estão distribuídos pelo setor privado, instituições sociais e agora pela emigração.