Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Orban defende Constituição da Hungria, acusa UE de não respeitar identidades nacionais

Lusa

  • 333

Estoril, 03 mai (Lusa) -- O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, defendeu-se hoje das críticas europeias à Constituição do seu país acusando a Europa de não respeitar a identidade dos países que a compõem.

Orban, que falava nas Conferências do Estoril, citou mesmo um dos fundadores da União Europeia, Robert Schuman, que afirmou que "ou a Europa é cristã ou não haverá Europa nenhuma", para defender, por exemplo, a inscrição na Constituição húngara do princípio de que o casamento é entre um homem e uma mulher.

"Há um pensamento dominante na Europa segundo o qual o reforço das identidades leva a conflitos (...) Esta Constituição é completamente contra (esse) pensamento dominante na Europa", disse.