Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Oposição venezuelana leva à justiça caso da identificação de eleitores por Maduro

Lusa

  • 333

Caracas, 19 mai (Lusa) - O Partido Social Cristão da Venezuela (Copei), da oposição, anunciou que vai pedir ao Supremo Tribunal de Justiça que analise uma alegada violação da Constituição pelo Presidente Nicolás Maduro por ter identificado eleitores que não votaram em si.

"É claramente um ato criminoso que Maduro faz a todos os venezuelanos e à Constituição ao dizer que tinha uma listagem das 900 mil pessoas" que, apesar de seremm simpatizantes de Chávez, não votaram em si nas presidenciais de abril, disse o vice-presidente do Copei, Enrique Naime.

Na Venezuela existe a figura jurídica de "pré-julgamento de mérito", um procedimento especial estabelecido para proteger os titulares dos principais cargos públicos de acusações infundadas ou temerárias que possam perturbar indevidamente o cumprimento das suas funções.