Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Oposição vai recorrer à OEA e ONU para impugnar eleições presidenciais venezuelanas

Lusa

  • 333

Caracas, 28 ago (Lusa) - O ex-candidato presidencial Henrique Capriles Radonski anunciou hoje que vai recorrer à Comissão Interamericana de Direitos Humanos, para impugnar as eleições venezuelanas de 14 de abril último, em que Nicolás Maduro foi eleito presidente da Venezuela com uma pequena margem.

"Na próxima semana um representante nosso irá à Organização de Estados Americanos (OEA) para introduzir pessoalmente um recurso. Estamos trabalhando noutro recurso que será para a Organização das Nações Unidas (ONU)", disse.

O ex-candidato presidencial e governador do Estado venezuelano de Miranda falava durante o espaço televisivo Capriles TV, transmitido pela Internet, durante o qual sublinhou que a sua luta "é constitucional e pacífica" e que recorrer a instâncias internacionais não significa que "amanhã haja respostas" porque "é um processo que demora".