Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Oposição em Lisboa critica contas e gestão da EMEL

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 jun (Lusa) -- O cálculo das contas, a despesa com pessoal e a estratégia de investimentos da Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) foram hoje criticados pelas bancadas do PSD e do CDS-PP na câmara da capital.

Segundo fonte da autarquia, o executivo camarário, no qual o PS lidera uma maioria, aprovou hoje o plano de atividades e o orçamento da empresa pública para este ano, bem como as contas do ano passado.

Após a reunião privada, o vereador do CDS-PP, António Carlos Monteiro, que votou contra os documentos, disse à agência Lusa estar preocupado com o modelo de gestão da EMEL no atual contexto de crise, em que as famílias tendem a poupar nos gastos com o automóvel.