Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Oposição acusa Governo de esconder planos para o serviço público de comunicação social

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 nov (Lusa) -- A oposição parlamentar criticou hoje o Governo por não revelar o que quer para o serviço público de comunicação social, quando decide um corte de 45,26%, equivalente a 73,4 milhões de euros, nas verbas para RTP e Lusa.

O deputado comunista Bruno Dias acusou o governo de não ter "contrato nenhum" com a Lusa "que justifique o que quer que seja", e Catarina Martins, a nova coordenadora do Bloco de Esquerda, acusou Miguel Relvas de não querer falar de "um modelo" para a RTP e a Lusa que o corte pressupõe.

"Quer o dinheiro para quê", perguntou o parlamentar do PCP. "É um segredo de Estado", continuou Bruno Dias, acusando o Governo de estar a discutir um Orçamento do Estado para pagar um modelo de serviço público de comunicação social "que não existe, que não está feito".